AVISO IMPORTANTE: O EmpregosVip não faz ligação telefônica para ninguém!!!

Olá, gostaríamos de dar algumas informações: Somos apenas disseminadores de informações de vagas. Não fazemos recrutamento nem seleção para as vagas. Os candidatos deverão se cadastrar ou enviar currículo

para empresa ou Consultorias de RH. Só envie seu currículo se tiver dentro do perfil. Dicas importantes: Um bom currículo garante a atenção do empregador. Checar seu currículo antes de enviar e tenha certeza de que você está fazendo da melhor maneira. Referências são cruciais para a obtenção de uma vaga.

Sobre a carreira do auxiliar administrativo

O auxiliar administrativo é um profissional fundamental para o funcionamento de praticamente qualquer organização. Sua função é apoiar a rotina administrativa e as atividades de controle e gestão financeira das empresas, organizando o fluxo de correspondências, contas e documentos, operando equipamentos e programas necessários ao funcionamento do escritório, entre outras atividades.
Atenção ao detalhe, dinamismo, discrição, bom relacionamento, responsabilidade, confiabilidade, boa noção de administração do tempo, facilidade com números, bom humor e capacidade de lidar com pessoas (público interno e externo) são algumas das características buscadas em um bom auxiliar administrativo ou assistente administrativo.

 
O mercado de trabalho para auxiliares administrativos é favorável em todos os setores da economia. Organizações públicas, do terceiro setor e empresas privadas empregam assistentes administrativos em todo o Brasil. Para se destacar no mercado, o profissional deve buscar formação e atualização constantes.

A função de auxiliar administrativo não exige formação de nível superior, embora estudantes do bacharelado em administração possam começar sua vida profissional nas empresas como auxiliares administrativos. A maior parte das empresas exige que o candidato a auxiliar administrativo tenha completado pelo menos o ensino médio e ter feito cursos ligados à administração aumenta consideravelmente a chance de conseguir um emprego na área.


Uma das possibilidades de formação para atuar como auxiliar administrativo é fazer o curso Técnico em Administração. De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, publicação elaborada pelo MEC, esse curso precisa ter pelo menos 800 horas de duração. Ao terminar o curso, o profissional estará apto a:

Lidar com documentos administrativos e controle de estoques (arquivo, protocolo, elaboração e expedição)

Operar sistemas de informações gerenciais

Utilizar ferramentas da informática para auxiliar operações da organização
O campo de trabalho para o auxiliar administrativo é amplo. Empresas de todos os setores da economia, desde as pequenas e médias até as de grande porte, precisam ter um auxiliar administrativo entre os seus funcionários. Essa é uma função que pode ser exercida em empresas privadas, órgãos públicos, associações e organizações não governamentais (ONGs). Escritórios, escolas, hospitais, indústria, comércio, serviço, órgãos públicos federais, estaduais e municipais, só para citar alguns, são exemplos de empresas onde o auxiliar administrativo pode trabalhar.

Entre as atividades realizadas por um auxiliar administrativo, podemos citar:

Enviar e receber documentos
Controlar entrada e saída de correspondências
Atender ligações telefônicas
Manter atualizada a agenda de contatos da empresa
Operar programas e equipamentos necessários ao funcionamento do escritório
Recepcionar o público em geral
Agendar atividades internas e externas
Elaborar relatórios
Manter o espaço de trabalho organizado e funcional
Realizar tarefas e rotinas administrativas em geral
Para aumentar ainda mais a empregabilidade e o nível salarial, o auxiliar administrativo pode fazer um curso superior de Tecnólogo na área de Gestão e Negócios, ou mesmo um bacharelado em Administração.

Salário Mínimo Profissional do Auxiliar Administrativo

A função de auxiliar administrativo não possui um salário mínimo profissional definido em todo o País. Em cada Estado, os profissionais dessa categoria podem firmar acordos e convenções coletivas por meio dos seus sindicatos para determinar o piso salarial, benefícios, pagamento de horas extras e condições de trabalho em geral. Seguem alguns exemplos:
O Sindicato dos Empregados em Processamento de Dados no Estado do Paraná define três faixas de piso salarial para auxiliares administrativos:

Auxiliar Administrativo I: R$ 984
Auxiliar Administrativo II: R$ 1.081
Auxiliar Administrativo III: R$1.395

De acordo com o Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional no Estado do Rio Grande do Sul, o piso salarial de auxiliares administrativos deve ser de R$ 866 para 220 horas de dedicação mensal.

No estado do Rio de Janeiro, onde os auxiliares administrativos não contam com um acordo coletivo, existe a Lei RJ 6.702/2014, que fixa um piso salarial de R$ 988 para a categoria válida em todo o estado.

Média salarial do auxiliar administrativo
Os salários para auxiliares administrativos variam bastante de acordo com a região do Brasil, o porte da empresa, o setor da economia e a qualificação do profissional.

De acordo com o levantamento salarial do SINE (Site Nacional de Empregos), um auxiliar administrativo ganha entre R$ 834 e R$ 2.101, com média de R$ 1.325. Já um auxiliar de escritório, segundo a mesma pesquisa, ganha em média R$ 1.225 mensais.

O site de empregos Catho divulga um levantamento salarial com dados de todo o Brasil. Para assistente administrativo e cargos relacionados, a média salarial fica em torno de R$ 1.500.


Confira o salário médio do auxiliar administrativo e outras funções correlatas segundo o site:

Auxiliar administrativo: R$ 1.172
Assistente administrativo: R$ R$ 1.505
Assistente administrativo de manutenção: R$ R$ 1.713
Auxiliar de arquivo: R$ 1.004
Auxiliar de almoxarifado: R$ 1.183
Auxiliar de estoque: R$ 1.038
Auxiliar de expedição: R$ 1.164
Auxiliar de departamento pessoal: R$ 1.257
Auxiliar de faturamento: R$ 1.273
Auxiliar contábil: R$ 1.306
Auxiliar de seguros: R$ 1.136

Fonte: Guia da Carreira